1 – POR QUE ATLETA BEBE TANTA ÁGUA?

2 – POR QUE PERTO DE COMPETIÇÃO ALGUNS BEBEM MAIS ÁGUA E OUTROS MENOS?

3 – ÁGUA EMAGRECE?

Perguntas bem comuns, com respostas simples, mas, nem tanto.

1- POR QUE ATLETA BEBE TANTA ÁGUA?

A água constitui entre 40 ou até mais de 70% da massa corporal, na dependência de vários fatores, como sexo, idade e principalmente, da composição corporal. O músculo pode conter até 75% de água no seu volume, e assim, fica respondida a primeira questão, pois a água responde diretamente por boa parte do volume dos músculos do atleta.



A água está presente em todos os alimentos, mas é recomendável que seja consumida na sua forma pura em quantidade no transcorrer do dia. Além de majoritária na composição corporal, também é importante veículo de eliminação das toxinas, além de sua função no controle da temperatura do corpo, dentre muitas outras.

Em duas ocasiões não se deve consumir muita água: Durante as refeições para não diluir as secreções digestivas, e nas sessões de treinamento, situação em que pode provocar náuseas se ingerida em grande quantidade.

O exercício intenso, notadamente sob temperatura elevada e tempo prolongado, pode acarretar entre cinco até seis vezes a mais a necessidade de água, que em condições normais é em média de 3 litros /dia, considerando a agua contida nos alimentos.

Sem água o ser humano sobrevive por poucos dias. Mas no sentido oposto, a ingestão excessiva de água durante o treinamento intenso e prolongado com grande sudorese, cria um terreno propicio para a hiponatremia, condição perigosa relacionada a uma redução significativa na concentração sérica de sódio.

2 – POR QUE PERTO DE COMPETIÇÃO ALGUNS BEBEM MAIS ÁGUA E OUTROS MENOS?

Os atletas de musculação consomem uma maior quantidade de água (por vezes exagerada), considerando que terão benefícios extras na eliminação das toxinas (por vezes causadas pelo uso de ergogênicos), além de manter os músculos túrgidos e vascularizados pela ação do glicogênio muscular que leva grande quantidade de água no interior do sarcoplasma, o que é um fato.

Beber pouca água nos dias que antecedem a competição é um erro cometido na tentativa de reduzir a água subcutânea e “secar”. Mas ao contrário, o organismo pode detectar um estado emergencial pela falta do líquido e reter a água como defesa.

Acrescente-se o risco de provocar um adensamento do plasma sanguíneo fazendo com que o sangue circule com dificuldade pelo corpo, o coração terá dificuldade em fazer o bombeamento e a pressão arterial se eleva, colocando o atleta em risco de um acidente cardiovascular.

A apresentação do competidor fica comprometida por não conseguir um bom “pump” no aquecimento, podendo também sentir câimbras e indisposições diversas.

3 – ÁGUA EMAGRECE?

Água não emagrece, também não engorda. Assim como as fibras a água não contribui na soma calórica. Ingerir muita água na tentativa de driblar a fome não funciona, é um mito.

 


Referências literárias:
Bases fisiológicas do exercício e do esporte
Fisiologia do exercício. Energia, Nutrição e Desempenho Humano.