As gorduras em geral proporcionam saciedade o que leva a uma sensação de bem-estar.  Existem muitos tipos de gordura, de um modo geral os chamados lipídeos podem ser simples, compostos ou derivados.

Os simples, (Triglicerídeos) formam a maior parte da gordura contida nos alimentos e também da gordura na composição corporal das pessoas. Em média, nos homens a gordura representa 15% da massa corporal, e nas mulheres 25%.



As gorduras fazem bem ou mal?

Considerando a saúde, as gorduras provenientes dos alimentos são primordiais ao bom funcionamento do organismo. Tem como funções básicas, além de fonte e reserva de energia, agir na proteção dos órgãos vitais, como o cérebro, coração e fígado, atuar no isolamento térmico produzindo calor, como carreador, ou caminho, para transporte das vitaminas no corpo, colaborando na supressão da fome.

A gordura alimentar é fundamental importância para a construção e manutenção da massa muscular por poupar a proteína contrátil na síntese proteica (reparo  e construção dos tecidos).

Quando consumidas nas proporções recomendadas (entre 10% e 25% do montante energético diário), trazem muitos benefícios. Porém, em excesso, levam a obesidade e efeitos prejudiciais inúmeros à saúde, mormente quando associada ao sedentarismo.

 

Porque gostamos tanto de gordura - gordura boa azeite

Quais gorduras são boas em que momento do dia?

Em uma dieta bem balanceada, as gorduras saturadas devem ser substituídas pelas gorduras mais saudáveis (“boas”).  As chamadas monoinsaturadas e poli-insaturadas são encontradas na maioria dos alimentos, peixes (sardinha, salmão, cavalinha, etc.), nozes e sementes em geral, azeite de oliva, amendoim e girassol, frutas e verduras. No caso de dietas para hipertrofia máxima também são bem vindas as gorduras contidas em cortes magros de carnes em geral, leite e derivados desnatados, ovos, etc.

As refeições em geral devem conter carboidratos, proteínas e gorduras. Estas últimas,  geralmente já se encontram na composição dos carboidratos e proteínas.