“Prezado mestre Eugênio, boa noite!

Meu nome é Fábio e inicialmente gostaria novamente de parabenizá-lo por todo o trabalho que o Senhor tem feito em prol da musculação no Brasil e por todo conhecimento compartilhado! Gostaria também de parabenizá-lo pela excelente obra Guia Prático de Musculação!

Há alguns meses atrás consultei o Senhor à respeito de musculação na gravidez. Minha filha nasceu com muita saúde, graças à Deus.

Quarenta dias se passaram e agora o médico liberou ela pra treinar, mas moderadamente e sem forçar o abdômen.

Embora seja muito difícil fazer exercício sem que haja trabalho abdominal, pelo que entendi ele quis dizer exercício isolado pro abdômen.

Treinamos em casa, então pensei em sugerir pra ela supino sentada na estação de musculação, remada sentada e com a barriga apoiada no encosto da estação de musculação e extensão de pernas sentada na estação, além de caminhada na esteira, tudo de forma submáxima, longe da falha.

Acredito que exercício livre/básico neste momento acho que não é recomendável.

O senhor acha que estamos corretos nesta retomada dos treinos? Na opnião do Sr.há algum outro exercício que podemos incluir utilizando uma estação residencial ou até mesmo com pesos livres?

O médico disse que o processo de cicatrização interna se dará de forma mais efetiva quando completar noventa dias. Se ele avaliar bem minha esposa daqui há 50 dias, poderemos voltar a fazer exercícios como supino livre, agachamento, remada curvada, etc?

Muito obrigado mais uma vez!” – Fábio R.

 

Resposta: Prof. Eugênio Koprowski
Prof. Eugenio KoprowskiOlá Fábio,

Primeiramente os meus parabéns aos novos papai e mamãe, muita saúde a sua filhinha.

Seguir o aconselhamento do médico especialista é de bom senso.

Vamos lembrar que atividades normais como caminhar, subir escadas, dobrar o corpo para os lados, para trás e para frente, além de agachar, empurrar e puxar, são tarefas comuns na vida diária das pessoas. Os exercícios resistidos(musculação), simulam todos estes movimentos, porém, geralmente com resistências extras oferecidas pelas cargas.

Você está certo em voltar aos treinamentos de forma suave e sem forçar diretamente a região do abdome, obedecendo o médico. A cicatrização pode ocorrer em tempos variados conforme o poder de recuperação da pessoa, mas o médico tem como constatar isso e nós não.

Passados os 40 dias (quarentena), acredita-se ser o período em que já tenha havido total recuperação, por esta razão o médico permitiu a volta aos exercícios , da forma como está fazendo.

Entretanto, ela pode experimentar o agachamento (inicialmente sem carga extra e com amplitudes menores. Supino livre sem problemas, mas a remada curvada livre ainda não é recomendável, por exigir grande esforço lombar e comprimir o ventre.

De um modo geral ela pode voltar a fazer todos os exercícios de forma suave á média, ou seja, ao sentir dificuldade parar o movimento. A sensação de conforto e ausência de dor, se traduz em segurança para realizar o exercício.

Abração e boa semana.

Eugênio