Esse é um tema que sempre gera dúvidas nos indivíduos adeptos do universo fitness, seja no fisiculturismo ou até mesmo nos pacientes de um modo geral.

A maioria dos praticantes de musculação sabem o que é hipertrofia muscular e a buscam incansavelmente nas salas das academias. Porém e hiperplasia muscular, o que seria isso?

Seria a mesma coisa?

Antes de eu explicar fisiologicamente o processo bioquímico de ambas, vou diferençar um termo do outro ok?

 

HIPERTROFIA MUSCULAR

O termo hipertrofia, refere-se ao crescimento de uma célula, tecido ou órgão. Nesse caso, se tratando de músculos, podemos dizer que o fenômeno de hipertrofia muscular, corresponde ao aumento do tamanho do músculo, gerado pelo aumento de volume de estruturas musculares internas (sarcomeros e proteínas musculares- actina e miosina).

HIPERPLASIA MUSCULAR

Já o termo hiperplasia, ao contrário de hipertrofia, refere-se ao aumento do número de células de um órgão ou tecido, e não no volume individual de cada uma delas. Quando ocorre no músculo, podemos dizer que o aumento do número de células musculares (fibras musculares) é chamado de hiperplasia fibrilar.

 

Quais as principais diferenças entre os termos hiperplasia e hipertrofia?

Como dito acima, a hipertrofia corresponde ao aumento do tamanho e do volume das células, sem aumento do número delas, enquanto que na hiperplasia, ocorre um aumento do número de células de um tecido ou órgão. Quando ocorre o fenômeno de hipertrofia muscular, não se desenvolvem novas células musculares e sim o aumento do tamanho das células já existentes.

 

 

Principais causas da Hipertrofia Muscular 

Podemos dizer que a principal causa da hipertrofia nos músculos ocorre como uma conseqüência fisiológica de tentativa de suportar o esforço submetido seja ele em decorrência da prática de exercícios físicos (treinamento resistido de musculação) ou por outros tipos de trabalhos musculares intensos.

A hipertrofia muscular é um processo reversível, ou seja, cessado o estímulo realizado, a célula volta ao aspecto normal. Por esse motivo, após anos realizando exercícios físicos com o objetivo de hipertrofiar a musculatura, se houver um período de sedentarismo (mesmo que de apenas alguns meses), o volume muscular alcançado fatalmente irá diminuir,

 

Principais causas da Hiperplasia Muscular

A hiperplasia celular generalizada poderá ocorrer em qualquer região do organismo humano, pelos mais diversos motivos.

Já no sistema muscular a hiperplasia, assim como a hipertrofia, também poderá ocorrer mediante aos exercícios físicos intensos nos treinos de musculação, na tentativa de suportar o esforço nos quais os músculos são submetidos.

No fisiculturismo, trabalhamos freqüentemente nos atletas o aprimoramento estético, trazendo uma qualidade muscular e simetria diferenciadas, onde é preconizada a associação de técnicas específicas, buscando o ganho de hipertrofia (aumento do tamanho) e hiperplasia (aumento das células) musculares ao mesmo tempo, para que aspectos de maturidade (máxima condição muscular) sejam alcançados.