Esse post vai para meus colegas que trabalham como personal trainer, ok!? Como você justifica sua contratação? Como você convence alguém que valeria a pena pagar para ter você ao lado durante o treino? Pois bem, deixa eu ajudar…

Um estudo publicado por Scott e colaboradores (2000) resolveu investigar a influência da supervisão direta (acompanhamento profissional individual) em um grupo de indivíduos submetidos ao treinamento com pesos por 12 semanas. O outro grupo foi instruído inicialmente e depois continuou seus treinos sem supervisão direta, como acontece na sala de musculação. Todos eram considerados moderadamente treinados (nem novatos, nem experts…). Após o período de intervenção, os sujeitos que treinaram com PERSONAL TRAINER tiveram melhoras significativamente maiores de força (no leg-press e supino reto, os exercícios testados) do que o grupo que treinou sozinho (apesar dos dois grupos apresentarem melhoras após o treinamento).

Tanto a força máxima (1RM) como a taxa de aumento de cargas de treino ao longo do período foram substancialmente aumentados em razão da supervisão direta. Segundo os autores, a presença e o incentivo de um profissional especializado pode promover o uso e a tolerância à maiores intensidade de exercício, o que acaba gerando maiores ganhos ao longo do tempo. Desse modo, os ajustes seriam mais precisos e adequados para que a progressão conseguida fosse a maior possível.

Outro fator, não mensurado na pesquisa, mas relatado na discussão do presente artigo é o fator psicológico. O incentivo durante a execução, principalmente nas repetições finais de cada série (as mais intensas) poderiam ser incentivadas em razão da presença do personal trainer.

Desse modo, a presença do personal trainer não é mero luxo. Esse investimento pode garantir melhores resultados.

PS.: estou sendo otimista e acreditando que o personal trainer sabe bem o que fazer, ok!?


MAZZETTI, SCOTT A.; KRAEMER, WILLIAM J.; VOLEK, JEFF S.; DUNCAN, NOEL D.; RATAMESS, NICHOLAS A.; GÓMEZ, ANA L.; NEWTON, ROBERT U.; HÄKKINEN, KEIJO; FLECK, STEVEN J. The influence of direct supervision of resistance training on strength performance. Physical Fitness And Performance. v. 32, n. 6, p 1175-1184, 2000.